Diretores do SSJ participaram de Debate Público promovido pelo Vereador Canário sobre Prevenção de Acidentes e Doenças do Trabalho (CIPA)

01/10/2015

A Câmara Municipal de Campinas promoveu em setembro, um Debate Público sobre Prevenção de Acidentes e Doenças do Trabalho. O evento, de iniciativa do vereador Jairson Canário, foi realizado em parceria com a Regional Campinas da Força Sindical e contou com a presença aa presidente do SSJ Maria Rita Elisa Granato, da vice-presidente Marines A. Pereira Cézar, dos diretores José Geraldo G. Teodoro e Edson Gonçalves dos Santos, além de dirigentes de diversas entidades sindicais de Campinas e Região, trabalhadores e lideranças de movimentos sociais do Município.

“Tomamos a iniciativa de promover esse debate na Casa devido à importância de discutirmos esse tema. Os números de acidentes de trabalho na região de Campinas são alarmantes, a contribuição de especialistas é muito importante, mas a participação da sociedade na busca de alternativas para melhorarmos esse cenário é fundamental”, explicou Canário.

O debate teve início com uma apresentação do Gerente Regional do Ministério do Trabalho e Emprego de Campinas, João Batista Amâncio, que deu detalhes sobre todos os procedimentos que precedem um acidente de trabalho, desde a notificação do caso até a assistência oferecida ao trabalhador. 

Na sequência o Coordenador do CEREST (Centro de Referência em Saúde do Trabalhador de Campinas), Alexandre Beltrami, trouxe dados relativos aos acidentes de trabalho em Campinas. Segundo o CEREST, de 2010 a 2015 Campinas registrou 1805 acidentes de trabalho, sendo 103 envolvendo menores de 18 anos. 

Logo depois o Economista e Técnico do DIEESE, Ricardo Tamashiro, fez uma explanação voltada ao movimento sindical, destacando a importância de garantir a saúde do trabalhador através de acordos e convenções coletivas de trabalho. Segundo Tamashiro, a maioria dos movimentos de greve têm como pauta questões relacionadas à saúde do trabalhador. 

Por fim o Secretário de Saúde e Segurança do Trabalho da Força Sindical de São Paulo, Marcos Antonio Ribeiro, enfatizou a importância da educação na prevenção de acidentes e doenças do trabalho. “Todas as possíveis soluções para esse cenário negativo podem ser resumidas em apenas uma palavra: educação. Precisamos começar a educar os nossos jovens para que no futuro tenhamos uma nova geração com uma mentalidade de prevenção e que não vai aceitar tudo o que o patrão impõe”, registrou Ribeiro. 

O Coordenador da Regional Campinas da Força Sindical agradeceu à Câmara Municipal por abrir espaço para o debate. “Quando se trata de prevenção de acidentes, sabemos que hoje muitas empresas implantam as CIPAs (Comissões Internas de Prevenção de Acidentes) só para cumprir a legislação e pegar o certificado. Na prática há muitos problemas e debates como esse só vem a contribuir com a classe trabalhadora. A Câmara Municipal está de parabéns por abrir espaço para esse tipo de debate”, parabenizou Ritz.

Para nosso diretor e cipeiro Edson, a falta de cursos e palestras sobre o tema (CIPA) aos trabalhadores, bem como a orientação e fornecimento de um simples equipamento de EPI, pode prevenir inúmeros acidentes e até mesmo salvar vidas. Nós do sindicato estaremos sempre atentos e apoiando as reivindicações de nossos servidores.

O vereador Canário deve convocar um novo debate sobre esse tema, desta vez para ouvir os empresários e representantes da classe patronal.

IMG-20150908-WA0002

IMG-20150908-WA0005

Veja também:

Festa dos Servidores
SUMARÉ – Caminhão e diretores da Fesspmesp e do SSJ apoiam Servidores na terceira semana de greve
Primeira reunião do reajuste salarial aconteceu na quinta-feira (10/03) pela manhã
AÇÃO DOS VIGIAS

2015 - Todos os direitos Reservados